Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria Ótima

Na cozinha, como na arte não há certo ou errado, há opções práticas, saudáveis e combinações inusitadas, coloridas pois nem tudo o que sabe bem faz mal!

Maria Ótima

Na cozinha, como na arte não há certo ou errado, há opções práticas, saudáveis e combinações inusitadas, coloridas pois nem tudo o que sabe bem faz mal!

Couve roxa salteada | Acompanhamento

couve roxa salteada_ Maria Ótima.jpg

1 couve roxa pequena

3 a 4  dentes de alho

azeite 

 

Lave e corte a couve.

Leve um tacho ao lume com o azeite e os dentes de alho e amoleça os alhos. Introduza a couve cortada e escorrida e envolva no azeite. Salteie a couve mexendo regularmente durante cerca de 10 minutos ou até a couve estar " al dente".

Sirva como acompanhamento de carne.

Gostou?

Deixe-nos a sua opinião e partilhe no seu facebook (encontra os links no fim desta página)

Muito obrigada

 

 

kohl-386245_1920.jpg

 

Peito de frango recheado | 10 minutos

peito de frango_Maria Ótima.jpg

 

 

1 peito de frango cortado numa fatia para enrolar

1 talo de aipo pequeno

meia cenoura pequena

uma fatia de queijo magro

Sal e pimenta qb

palitos de madeira qb

 

Tempere o peito de frango com sal e pimenta e raspas de limão congelado.

Sobre a carne disponha o queijo o talo de aipo laminado em tiras finas e a cenoura também laminada em finas fatias. Tempere com um moinho de especiarias mistas. Enrole a carne  e com o auxílio de palitos fixe a carne num rolo.

Leve ao microondas na função crisp durante cerca de 10 minutos.

 

Sirva com bróculos triturados e salteados em alho e azeite. Se quiser escolher outro acompanhamento pode fazê-lo aqui.

Gostou?

Deixe-nos a sua opinião e partilhe no seu facebook ( encontra os links no fim desta página)

Muito Obrigada

 

Peito de frango recheado2_Maria Ótima.jpg.jpg

 

 

 

 

 

 

Arroz de bacalhau com açafrão

 

arroz de bacalhau_Maria Ótimajpg

Não temos apresentado muitos pratos de arroz, apesar de ser ótimo para a saúde é um pouco calórico pelo que há a tendência para fugir dele e utilizar alternativas. Seguindo a velha máxima de variar o mais possível e do "nem sempre nem nunca" cá vai esta deliciosa receita de arroz de bacalhau com açafrão.

 

2 postas de bacalhau

1 ramo de bróculos previamnete cozido

2 cebolas picadas

1 alho picado

4 c. sopa de azeite

1 caneca de arroz

1 copo de vinho branco

2 canecas de água da cozedura do bacalhau

Sal q.b.

 

Ponha o Bacalhau a cozer num tacho médio. Depois de cozido, reserve a água da cozedura e desfie as postas em lascas.

Entretanto num tacho maior, aqueça a cebola e o alho no azeite.

Com o lume vivo, junte o arroz e comece logo a mexer suavemente de modo que o arroz não cole nem se desfaça. Deixe frigir cerca de 2 a 3 minutos.

Junte o vinho. Nesta altura deve baixar a temperatura e juntar a água de cozer o bacalhau, que deve estar quente.

Adicione o açafrão, retifique de sal, e deixe cozer cerca de 15 minutos em lume baixo, até o bago estar al dente. Adicione o bacalhau e as pontas dos bróculos.

Opcionalmente pode-se decorar com salsa picada, ou adicionar piripiri.

Gostou?

Deixe-nos a sua opinião e partilhe no seu facebook e com a família e os amigos ( encontra os links no fim desta página)

Muito Obrigada

Arroz de bacalhau2_Maria Ótima.jpg

 

Alex Atala | Chef Brasileiro | Citações

Historicamente, a cozinha é evolutiva, nunca de maneira ordenada, mas sempre evolutiva. A gastronomia nunca descartou nenhuma das fases por que passou e seguirá não descartando nada nem ninguém. Pelo contrário, nós vivemos hoje um momento mundial onde a gastronomia é cada vez mais generosa, menos competitiva e mais aberta a receber informações da tecnologia ou da antropologia, das ciências exatas e das ciências humanas, e isso faz com que a gente viva uma cozinha de paz, de alegria, de sublimação, de prazer.

Pá de Porco no forno | com marmelo e batata doce

Pá de porco com marmelo2.jpg

Carne assada é um prato muito consensual e com uma excelente apresentação. É simpático para um almoço em família acompanhado de uma bela salada verde. Quase não dá trabalho, é temperar e meter no forno.... :)  

 

 

1 Pá de porco

2 Cebola grandes

3 folhas de louro

6 Dentes de alho

Azeite q.b.

Vinho branco q.b.

Sumo de 1 limão

Salsa q.b.

Massa de pimentão q.b.

Pimenta q.b.

Noz moscada q.b.

Cravinho q.b.

Marmelos

Batatas doces

 

 

Tempere a carne de véspera com o alho, o louro, o pimentão, as especiarias, a salsa,  o sumo de limão, e o vinho.

Corte as cebolas às rodelas e faça uma cama para a carne num tabuleiro de forno, coloque a carne, regue-a com um fio de azeite e os temperos da marinada e leve-a a assar cerca de 30 minutos. Volte a carne e regue-a com o molho, se necessário acrescente um pouco de vinho e leve ao forno mais 30 minutos ou até estar assada ao seu gosto.

Num recipiente, à parte, asse as batatas e os marmelos cortados em pedaços e sirva com a carne.

 

Gostou?

Deixe-nos a sua opinião e partilhe no seu facebook ( encontra os links no fim desta página)

Muito Obrigada!

 

 

 

 

Redon com batata palha | Na cozinha nada se perde tudo se transforma

Redon de carne assada com batata palha_Maria Ótma.jpg

Redon significa restos de ontem! Neste caso usei uma carne assada que fiz a mais já com este intuito mas pode ser qualquer tipo de carne, ou vários e diferentes pedaços de carne que lhe tenham sobrado de outras refeições. Neste caso não aproveite os molhos.  

Esta é uma receita que faço há mais de 20 anos e que foi retirada da teleculinária. A receita foi sofrendo adaptações, ao meu gosto, ao longo dos tempos e já pouco tem a ver com a original.

 

Carne assada ou cozida

2 cebolas grandes cortadas às rodelas

4 dentes de alho picados

1 ramo de cheiros

1 folha de louro

azeite q.b.

1 cálice de vinho do porto (pode usar vinho tinto)

sal e pimenta q.b.

Batatas fritas palha, usei batata doce no forn,  a receita é igual à que está no link, simplesmente foram cortadas em palitos mais fininhos e levadas ao forno com um fio de azeite.

 

Leve as cebolas e o alho a amolecerem no azeite até dourar, introduza a carne, os cheiros, a folha de louro e o vinho do porto. deixe apurar até reduzir os líquidos. Acrescente as batatas fritas e envolva. Retifique de temperos e desligue a temperatura.

Entretanto deite tudo num recipiente de forno e leve a alourar em forno forte cerca de 10 minutos.

Sirva quente acompanhado de uma boa salada.

Gostou?

Deixe-nos a sua opinião e partilhe no seu facebook ( encontra os links no fim desta página)

Muito Obrigada!

batata palha_Maria Ótima 2.jpg

 

Redon de carne assada com batata palha2.jpg

 

Sopa de abóbora | Com gengibre e açafrão

sopa de abóbora beringela e açafrão.jpg

 

800 g de Abóbora
1 cebola
4 dentes de alho
1 courgette descascada
gengibre fresco, açafrão, sal e azeite q.b.

Descasque e corte em pedaços pequenos e uniformes todos os ingredientes. Coloque-os numa panela e junte água, sem chegar a cobrir.
Leve a cozer até os legumes estarem bem macios. Triture, retifique os temperos e acrescente o azeite.
sirva salpicado com coentros picados.

 

Gostou? 

Deixe-nos a sua opinião e partilhe no seu facebook (encontra os links no fim desta página).

Muito Obrigada

Quiche de legumes e fiambre

Quiche de fiambre.jpg

 

Para a massa: 

  • 2,5 dl de água
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 1 casca de limão
  • 125 g. de farinha (usei farinha de arroz e farelo de aveia)
  • 1 colher de chá de sal

 

Ferva a água com o sal, o azeite e a casca de limão. Junte a farinha de uma só vez, mantenha o lume brando, e mexa com uma colher de pau  até a massa começar a descolar do recipiente e formar uma bola. Desligue o fogão retire a casca de limão e deixe a massa arrefecer em cima de papel de cozinha polvilhado com farinha.
Quando estiver morna amasse mais um pouco e estenda-a com o rolo da massa 

 

Para o Recheio:

2 cenouras cortadas às rodelas

1 courgette média

2 talos de alho francês

200g de fiambre cortado aos quadradinhos

2 ovos 

2 colheres de sopa de iogurte grego ligeiro

Sal, pimenta e outras especiarias a gosto

Azeite q.b

 

Recheio:

Numa frigideira ou wok disponha a cenoura deixe amolecer 2 minutos, adicione o alho francês cortado às rodelas,  junte a courgette cortada, e o fiambre deixe apurar em lume brando uns minutos. Retire do fogão e tempere com especiarias a gosto.

Entretanto forre a forma da quiche com a massa.

Bata os ovos com o iogurte e espalhe por cima do recheio. Polvilhe com sementes de sésamo e leve ao forno 30  a minutos cerca a 180º, o tempo varia de acordo com o forno.

quiche de fiambre2.jpg

 

 

Bolo de courgette e canela | Delicioso

 

 

bolo de courgete2.jpg

 

bolo de courgete.jpg

 

 

Os bolos da Maria Ótima, já sabem, são sempre pouco doces mas saudáveis e fáceis de fazer.

A receita de hoje é com courgette, sem gordura e sem farinha de trigo! 

O bolo ficou muito fofinho e nada húmido, se gostar húmido aumente na courgette. Para mim suficientemente doce, mas se preferir pode adicionar até duas chávenas de açúcar. Muito bom!

1 courgette grande

4 ovos

2 chávenas de farinha (usei uma mistura de farelo de aveia, farinha de milho, maizena e leite em pó)

1 chávena de açúcar mascavado ou amarelo

2 colheres de chá de fermento em pó

Canela em pó q.b.

 

 

Rale a courgette com a casca e reserve.

Levante as claras em castelo e reserve.

Bata bem as gemas com o açúcar, junte a courgette mexendo sempre, adicione a farinha e o fermento. Envolva  as claras em castelo cuidadosamente,  vaze o preparado na forma e espalhe uma colher de sopa de canela por cima, com  a mesma colher faça movimentos circulares de modo a ficar com um aspecto marmoreado, se preferir pode pôr mais canela. Leve a forno médio previamente aquecido cerca de 40 minutos ou  até o palito sair seco.

Escolha uma forma de buraco, eu não fiz isso e demorou a cozer ao meio e depois abateu um pouco.

Bolo salgado | batata doce e legumes

Bolo de batata doce2.jpg

 

 

500 g de batata-doce

3 Dentes de alho

Orégãos q.b.

1 Malagueta pequena

1 Cebola média

1 Courgette pequena

75 g Farinha de arroz

75 g Farinha de milho

1 Colher de chá de fermento em pó

3 Ovos

2,5 dl de leite magro

2 c. sopa de azeite

1 Alho francês (só a parte branca)

1 Cenoura pequena

Sal q.b.

 

Coza as batatas-doces e reserve.

Pique os alhos e a malagueta, e corte a cebola em rodelas. Aqueça o azeite junte os alhos, a malagueta, junte depois a cebola, o alho-francês e a cenoura ralada e amoleça tudo. Retire do lume e junte a courgette, ralada grosseiramente. Retifique de sal e reserve.

Numa tigela misture muito bem a farinha com o fermento e uma pitada de sal, adicione os ovos e cerca de uma colher de sopa de orégãos e envolva tudo bem! Junte o leite e mexa até obter uma mistura homogénea e reserve.

Entretanto, descasque as batatas cozidas e corte-as em rodelas com espessura de um dedo. Forre o fundo e as laterais de uma forma redonda com papel vegetal, forrando depois, também, com as rodelas de batata.

Junte os legumes ao preparado de farinha e ovos e misture bem, deite na forma sobre as batatas e leve ao forno cerca de 30 minutos a 180ºC.

 

Gostou?

Deixe-nos a sua opinião e partilhe no seu facebook (encontra os links no fim desta página)

Muito obrigada

 

Bolo de Batata doce.jpg

 

Pág. 1/4