Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maria Ótima

Na cozinha, como na arte não há certo ou errado, há opções práticas, saudáveis e combinações inusitadas, coloridas pois nem tudo o que sabe bem faz mal!

Maria Ótima

Na cozinha, como na arte não há certo ou errado, há opções práticas, saudáveis e combinações inusitadas, coloridas pois nem tudo o que sabe bem faz mal!

Abóbora grelhada | 10 minutos

Abóbora grelhada_Maria Ótima mix2.jpg

 

Estou rendida à abóbora, da qual nunca fui fã. Para além de a cozinhar na sopa  e  misturada com os legumes assados, só  apreciava verdadeiramente o doce de abóbora com laranja, feito por mim, com pouco açúcar e acompanhado com requeijão.

Há dias  o meu cabaz  Prove, trazia uma abóbora manteiga pequenina e arrisquei cozinhá-la de forma diferente. 

 

Lavei e cortei a abóbora, em fatias, não a descasquei, e temperei com orégãos.

Aqueci uma placa de grelhados e pincelei-a com azeite, dispus as fatias de abóbora e deixei grelhar bem, até estar um pouco tostadinho. Pincelei com azeite e servi com carne assada. Adorei!!!

A abóbora passou a ser um dos meus frutos preferidos (sim, fruto e não legume, a abóbora é da família do melão e da melancia), de tal modo que já a servir mais duas vezes  cozinhada da mesma forma mas como entrada, acompanhada de queijo chévre, ou cortada em gomos, assada no forno e servida com queijo creme (tipo Filadélfia) e frutos secos ou sementes.

É uma entrada fascinante, pelo colorido, e absolutamente deliciosa! 

 

Gostou? Deixe-se tentar!!! Renda-se à alimentação saudável.

Deixe-nos a sua opinião e partilhe no seu facebook ( encontra os links no fim desta página)

Muito Obrigada

2 comentários

Comentar post