Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maria Ótima

Na cozinha, como na arte não há certo ou errado, há opções práticas, saudáveis e combinações inusitadas, coloridas pois nem tudo o que sabe bem faz mal!

Maria Ótima

Na cozinha, como na arte não há certo ou errado, há opções práticas, saudáveis e combinações inusitadas, coloridas pois nem tudo o que sabe bem faz mal!

Tarte Tatin à Maria Ótima

Tarte Tartin_Maria ótima.jpg

Tarte Tatin_ Maria Ótima3.JPG

Tarde Tatin_Maria ótimaJPG2.jpg

Uma das mais populares sobremesas de França, típica do Vale do Loire. Esta receita simples mas absolutamente deliciosa, é uma combinação perfeita de sabores,  recriada aqui, pela Maria Ótima respeitando a tradição!

 

 

5 maçãs descascadas e aos gomos

1 embalagem de massa quebrada

3 colheres de sopa de açúcar amarelo

1 colher de sopa de óleo de côco

1 colher de sopa de água

Canela

Raspa de um limão

  

Numa caçarola de levar ao forno, faça um caramelo com o açúcar e um pouco de água. Retire e disponha a maçã ao seu gosto. Distribua o óleo de côco por cima, polvilhe com a canela e a raspa do limão. Abra a massa e coloque por cima enrolando as pontas para dentro da caçarola.

Faça furos com um palito para libertar o vapor. Leve ao Forno a 200º cerca de 15 a 20 minutos, até a massa estar bem douradinha por cima.

Retire do forno e deixe arrefecer um pouco. Se tiver molho em excesso, antes de virar escorra o excedente, para não humedecer demasiado a massa. Vire para um prato de servir.

Delicie-se!

Gostou?

Deixe-nos a sua opinião e partilhe no seu facebook ( encontra os links no fim desta página)

Muito Obrigada

 

3 comentários

Comentar post